terça-feira, 24 de abril de 2018

A ALVORADA VIRÁ EM PAZ

Foto de TV Monarquia Portuguesa.

"Sosseguem os republicanos e todos os amantes da liberdade, pois nós não somos como os homens do 5 de Outubro: nós não recorreremos a pistoleiros e bombistas, não assassinaremos Chefes-de-Estado, não armaremos paisanos, não faremos tábua-rasa de resultados eleitorais, não faremos medições frenológicas nem desterraremos opositores, não teremos prisões privativas nem juízes nomeados pelo governo, não faremos assaltos à imprensa livre, não viciaremos resultados eleitorais, não proibiremos partidos políticos, não empurraremos ninguém para o exílio, não lançaremos a polícia sobre os sindicatos, não teremos Olímpios nem Camionetas Fantasma.
.
Se a Restauração vier, virá para aprofundar a liberdade e a união de todos os portugueses. Foram cem anos perdidos, de bagunça seguida de ditadura e ditadura seguida de bagunça. 
.
As pessoas sabem que a coisa está por um fio e antes nós - essa maioria silenciosa que esperou e começa a despertar - que a violência do povo à solta, entregue às paixões irracionais do saque e da vingança. 
.
Mudaremos em paz, com todos, com as leis, os tribunais e em ordem.
.
Nuno Castelo-Branco







Prove Portugal HD

A Alma e a Gente - A Capital mais Antiga

Reais conversas

DEUS - PÁTRIA - REI: Reais conversas: É já na próxima Sexta-feira, dia 27 de Abril que terão lugar na Casa da Cultura da Ponte da Barca, sita na Rua Dr. Joaquim Moreira de...

segunda-feira, 23 de abril de 2018

Terra de Santa Cruz

 Pintura “A Primeira Missa no Brasil” de Victor Meirelles (1860). A celebração da primeira Missa na Terra de Santa Cruz foi feita pelo bispo português Henrique de Coimbra, onde hoje é a cidade de Santa Cruz Cabrália, no sul da Bahia.

Há 518 anos atrás, as caravelas da esquadra portuguesa, comandada por Pedro Álvares Cabral, chegavam em Porto Seguro, no litoral sul do estado da Bahia, onde nasce a Terra de Santa Cruz. Portugal pisava nas Américas e criava o primeiro império continental da história. Através da Ordem de Cristo e, posteriormente, da Companhia de Jesus (os jesuítas), os portugueses transformaram o Brasil em uma nação católica, tendo formado o país e introduzido na Civilização Cristã. 


Como dizia Pero Vaz de Caminha em sua carta ao rei Dom Manuel I, Portugal não veio para explorar ou escravizar os povos nativos e, sim, para cristianizar e enriquecer o Brasil. A Coroa Portuguesa teve, inegavelmente, papel crucial na história do Brasil. O Brasil sem Portugal não existe, não existe Brasilidade sem Portugalidade, negar isso é negar o país e nossas raízes, ao negar isso não temos referência, muito menos história.

Danilo Pinheiro dos Santos




Feliz 22 de Abril, feliz dia do descobrimento do Brasil

Foto de Nova Portugalidade.

Foi a 22 de Abril que chegaram a Porto Seguro as treze embarcações da armada de Pedro Álvares Cabral. Começou naquele dia a aventura de evangelização e civilização que construiria através dos séculos, sob a sombra da cruz e do estandarte português, a imensa nação brasileira. Esse Brasil - português, centenário, bastião da Portugalidade nas Américas - é a grande herança de Cabral ao povo brasileiro. E é dever do povo brasileiro preservá-lo, salvar-lhe a raiz lusíada e projectá-lo para o futuro como o maior e mais forte dos países portugueses.


DEUS - PÁTRIA - REI